quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Cooperativa de Santana do Mundaú é beneficiada com edital

Projeto tem o objetivo de gerar crescimento socioeconômico nas regiões de menor desenvolvimento


A Cooperativa dos Produtores de Laranja Lima do Vale do Mundaú (Cooplal) foi uma das 15 associações do estado contempladas pelo projeto de um edital para produtores de baixa renda. Para cada projeto gratificado, foi dada uma quantia de até R$ 300 mil para investimentos.


O projeto teve como proposta melhorar as condições de produção da laranja lima na região do Vale do Mundaú, visando o aumento da produtividade e da qualidade das frutas, tudo de maneira sustentável e sem agressão ao meio ambiente.

Além de melhorar a produção, os investimentos servirão para otimizar a comercialização, pois o montante também será empregado em equipamentos para acondicionamento adequado e transporte das frutas, contribuindo para a chegada a novos mercados.

O processo teve início em 2010, quando o edital foi aprovado, mas somente este ano o dinheiro foi liberado. Com ajuda do projetista Sérgio Godoy, a cooperativa conseguiu a compra de alguns equipamentos necessários para o crescimento da cooperativa, como um caminhão, adquirido no fim de julho, e um baú refrigerado, adquirido em agosto.

Cristina Loureiro, analista da Unidade de Atendimento Coletivo Agronegócios do Sebrae Alagoas, afirma que a instituição apoiou os cooperados desde o começo. “Vários cursos de preparação e negociação foram feitos, assim como rodadas de negócios, abertura de novos mercados e até missões técnicas para que eles pudessem conhecer outras realidades e melhorarem seus negócios”, explica.

A cooperativa, que existe desde 2002, conta com 52 associados que ganham a vida com a produção de laranjas.

Sobre o edital

O governo, juntamente com o Fundo Social do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), disponibilizou R$5 milhões em recursos não reembolsáveis para aplicação em diferentes projetos por meio de um edital, que buscou propiciar a interiorização do desenvolvimento do estado em grupos de baixa renda.

O edital surgiu em 2008 no Ceará, a partir de uma seleção das propostas, e vem proporcionando a melhoria e o crescimento econômico das cooperativas e associações em vários locais. O grande benefício é o desenvolvimento socioeconômico que é gerado para uma faixa do setor produtivo onde ainda existe deficiência do crédito tradicional, o que acaba ampliando a produtividade dos Arranjos Produtivos Locais.

Por: Sebrae / AL
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!