sexta-feira, 23 de março de 2012

Quadra chuvosa em AL deverá permanecer dentro da normalidade


Apesar disto, meteorologistas não descartam possibilidade de chuvas mais intensas no período que começa em abril


O período chuvoso começará em abril



Após dois dias de reunião em Recife, meteorologistas de todo o Brasil chegaram a um consenso sobre como será a quadra chuvosa do Nordeste que começa em abril. As discussões ocorreram na IV Reunião de Análise e Previsão Climática de 2012 para o Setor Leste, nos dias 19 e 20, na sede da Agência Pernambucana de Águas e Clima, em Recife. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (21).

De acordo com o documento, a maioria dos modelos de previsão climática mostra que o fenômeno La Niña regressará a um padrão próximo a normalidade, com um ligeiro evento de La Niña fraca, no trimestre de abril, maio e junho de 2012. Assim, alguns modelos oceânicos e atmosféricos apontam para tendência de chuvas normais a abaixo da média sobre o Setor Leste do Nordeste brasileiro.

A reunião contou com a participação de instituições de seis estados e de órgãos federais. Alagoas esteve presente com técnicos da Sala de Alerta, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). Apesar do quadro dentro da normalidade, o meteorologista da Defesa Civil Estadual e integrante da equipe técnica da Sala de Alerta, Augusto Nascimento, alerta para os cuidados.

“Detectamos na reunião que o trimestre estará dentro da média histórica, mas a Defesa Civil e a Sala de Alerta continuarão com o monitoramento 24 horas, pois apesar disso, é característica comum do Nordeste acontecer alguns eventos extremos. Por exemplo, pode ocorrer um acumulado significativo de chuvas em período curto e causar problemas em determinadas bacias hidrográficas”, alertou o meteorologista.

Os dados apontam que as chuvas devem variar de acordo com as seguintes probabilidades: 45% dentro da normalidade, 30% abaixo da normalidade e 25% acima da normalidade. Mas como explicou o meteorologista, o documento alerta que não está descartada a possibilidade de chuvas de intensidade moderada a forte durante o período de abril, maio e junho.

Os técnicos da Sala de Alerta e da Defesa Civil Estadual continuam realizando o monitoramento em tempo real na sede da Semarh, em Jacarecica. Enquanto isso, a equipe continua realizando a instalação de outras Plataformas de Coleta de Dados (PCDs) em outras bacias hidrográficas diferentes dos rios Mundaú e Paraíba. Para essas regiões, já existem 10 estações hidrometeorológicas.

O período chuvoso começará em abril e a Semarh mantém, através do seu perfil no Twitter (@semarh_al), uma rede de informações sobre a situação dos rios e das chuvas para seus seguidores. Em 2012, a secretaria também ativou seu Facebook, por onde também enviará boletins e informações. Os dados dos níveis dos rios e das chuvas podem ser acompanhados em tempo real no site da Agência Nacional de Águas (ANA) -www.ana.gov.br.

A próxima Reunião de Análise e Previsão Climática para o Setor Leste do Nordeste acontecerá em Alagoas no mês de abril, na sede da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).

Por: ASCOM / Semarh
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!