quarta-feira, 27 de julho de 2011

Governo prevê entrega de 1.000 casas até dezembro

Santana do Mundaú e Quebrangulo enfrentam problemas por conta da incidência de terrenos muito acidentados
A estimativa foi divulgada pelo vice-governador José Thomaz Nonô


O governo do Estado pretende entregar 1.000 casas aos desabrigados das enchentes até o final deste ano. Os desabrigados que atualmente moram nas barracas e outros prédios públicos terão prioridade no recebimento. A estimativa foi divulgada pelo vice governador José Thomaz Nonô, coordenador do Programa da Reconstrução, na manhã desta quarta-feira (27).
Segundo Nonô, a reunião teve como principal objetivo discutir com representantes dos municípios e diversos órgãos públicos os critérios a serem adotados para a entrega das primeiras unidades residenciais.
Serão adotados quatro critérios de priorização: moradores dos acampamentos, mulheres chefes de família, gestantes e idosos. A medida foi tomada para evitar que haja irregulares no processo de distribuição.
Dos 19 municípios que foram afetados pelas chuvas, o governo contabilizou um total de 17 mil residências que devem ser construídas. As obras das 17 mil moradias não tem data prevista para conclusão.
A demora no início das obras, segundo avalia o vice governador, se deu principalmente por conta das condições climáticas e da burocracia para aquisição de terrenos em condições adequadas. Ibateguara e Jundiá encabeçam a lista dos municípios que estão com as obras mais atrasadas.
Já Santana do Mundaú e Quebrangulo enfrentam problemas por conta da incidência de terrenos muito acidentados, o que dificulta a construção de conjuntos residenciais. “As obras estão andando, mas já enfrentamos muitos problemas. Vamos entregar as primeiras mil casas até o final do ano. Agora iremos percorrer os municípios atingidos para fiscalizar as obras”, disse.
Por: Tudo Na Hora e Agência Alagoas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. O senhor Governador e seu vice deveriam ter vergonha de falar que vão entregar 1.000 casas, isso não é nem 5% (cinco por cento) do total das casas que deveriam ser entregues a população atingida pelas enchentes, esse é a cara de pau do senhor Governador e de seu vice NONÔ.

    QUE VERGONHLA GOVERNADOR!

    ResponderExcluir
  2. Caros errâneos, sabem quando esses políticos entregarão as casa??? Em 2012, pois é ano de eleição.
    QUEM FOI TÉO,!!!

    Aff, não tem opção não é....

    ResponderExcluir

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!