sábado, 21 de maio de 2011

Jesus, o Bom Pastor por excelência

No evangelho de São João, de um jeito bem particular, Jesus se apresenta a nós de um modo muito belo, singelo e carinhoso, como o Bom Pastor. Aquele que é capaz de acolher, proteger e amar. Aquele que é capaz de salvar dando a vida. Simplesmente, e isto é muito, Jesus é o Bom Pastor.

Vale lembrar que no tempo de Jesus, os pastores de rebanhos tinham a missão de conduzir as ovelhas por lugares e para pastagens seguras, livres dos lobos e ladrões. E não somente isto: deveriam permanentemente permanecer com elas para protegê-las, livrando-as do mal, de todo mal. Guardando-as das ameaças, das mais variadas e surpreendentes ameaças.

Eu sou o bom Pastor (Jo 10,11a). Essa expressão tem em si mesma um valor grandioso. Pois quando Jesus afirma que é o Bom Pastor, Ele está dizendo que é cheio de qualidades, só de qualidades. Que N'ele só existe bondade, mansidão, amor. Jesus é Pastor de verdade, pois vai ao encontro da ovelha perdida e desgarrada, machucada e ofendida.

O Bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas (Jo 10,11b). Pronto, é assim que Deus nos ama, dando a vida. Pois somente ama de verdade, sem falsidade ou mentira, quem é capaz de dar a vida. E isto Jesus realiza. Como Pastor, literalmente como pastor, Jesus cumpre esta palavra, dá a vida, a sua grandiosa vida por nós, por amor a nós. Ele é Pastor, o Bom Pastor. Pastor sem máculas, sem rucas ou defeito. Pastor de verdade.

O ladrão não vem senão para roubar, matar, e destruir (Jo 10,10a). Jesus, nosso salvador, salvador da humanidade inteira, não possui as marcas de fingimento, falsidade. Não é aquele que possui segundas intenções, avidez, usura, vontade de devorar. N'Ele jamais se manifestam ocorrerências de ganância, desejo de levar vantagens, muitas vantagens, em tudo. 

Pois estas são marcas, malditas e infelizes marcas, daquele que não é pastor, que não tem postura e nem atitudes de pastor, mas de lobo, ou melhor, muito melhor, de ladrão mesmo. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância (Jo 10,10b). Muito pelo contrário do ladrão-lobo. Jesus, o Bom pastor, possui uma identidade pura e doce. Vai ao encontro da ovelha, pobre ovelha, que encantada pelos falsos valores deste mundo manco, anêmico e côxo, se perdeu, saiu do rebanho e foi ferida. Ovelha machuda na alma por causa das ilusões e paixões deste mundo

Infelizmente, nós somos essas ovelhas debilitadas quando muitas vezes procuramos falsas pastagens. Somos essas ovelhas abatidas quando com a nossa cabeça dura seguimos os nossos próprios objetivos, nãos os D'Ele em nós. E aí padecemos, caímos, somos torturados e triturados pelo pecado. Somos as ovelhas, pobres ovelhas carentes de um pastor, o Bom Pastor Jesus.

Diante de tudo isto, recordemos, rezando com a Igreja, que só Deus, em Jesus, é o Bom Pastor de nossas almas: “Deus eterno e todo-poderoso, conduzi-nos à comunhão das alegrias celestes, para que o rebanho possa atingir, apesar de sua fraqueza, a fortaleza do Pastor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”.

Por: Padre Valmir Galdino
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!