quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Municípios atingidos pelas enchentes devem encaminhar documentação para receber kits de implantação

Santana do Mundaú está entre esses municípios


Os municípios alagoanos que tiveram bibliotecas destruídas pelas enchentes devem procurar a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) para levar a documentação necessária para receber o kit de implantação das bibliotecas públicas.

Serão contemplados os municípios de Rio Largo, Murici, Branquinha, Santana do Mundaú, Capela, Viçosa, Paulo Jacinto, Quebrangulo, Satuba, Cajueiro, União dos Palmares, Ibateguara, São José da Laje, Joaquim Gomes, São Luis do Quitunde, Mariz de Camaragibe, Jacuípe e Jundiá .

Segundo o secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas, o transporte e a instalação dos equipamentos demoram alguns meses, por isso é importante que os municípios encaminhem esta documentação o mais rápido possível para acelerar o envio destes kits culturais.

“De acordo com o IBGE, Alagoas é o Estado com maior cobertura de bibliotecas do Nordeste. Vamos continuar incentivando e atraindo a cultura da leitura para a realidade da nossa população”, disse Viégas.

O Ministério da Cultura, por meio da Fundação Biblioteca Nacional, publicou no Diário Oficial da União que os kits já estão disponíveis. Acervo e Mobiliário chegarão aos municípios através do programa “Livro Aberto – Instalação de Bibliotecas Públicas”.

Este programa tem como objetivo aumentar e melhorar bibliotecas públicas e escolares. Ele fomenta a parceria com municípios na formação de novas bibliotecas, ajuda a qualificar e treinar profissionais nesta área, renovar acervos e promover campanhas de leitura.

Para maiores informações, as prefeituras deverão procurar a coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas da Secult, Maria Luiza Russo, pelo telefone 8833-9052.

Exigências para receber kit:
1- Dispor de espaço adequado, de fácil acesso à comunidade e com 60 m², no mínimo;
2- Declaração de que dispõe do espaço adequado, assinada pelo prefeito;
3- Planta baixa do edifício ou o croqui;
4- Escritura do imóvel ou do contrato de locação ou declaração do prefeito de que o prédio pertence à prefeitura;
5- Fotografias externas e internas;
6- Fornecimento do CNPJ e endereço da prefeitura;
7- Fornecimento do nome completo, endereço, CPF e identidade do prefeito;
8- Nome, endereço e telefone da pessoa que será diretamente responsável pela implantação da biblioteca.



Por: Agência Alagoas Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. É um projeto muito interessante e importante, contudo nos cidades atingidas pelas enchentes fica difícil com seguir todas as exigências, principalmente um prédio com estas especificações.

    Seria interessante que a Secretária de Educação de Santana do Mundaú, entrasse em contanto com o Secretário de Cultura para tentar ver uma forma de conseguir este investimento.

    Não podemos perder esta oportunidade, uma biblioteca é muito importante para o desenvolvimento de uma cidade.

    ResponderExcluir

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!