quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Corpo de Bombeiros confirma que incêndio que destruiu donativos foi criminoso

Após a Polícia Civil de Alagoas, através do Instituto de Criminalística, divulgar que o incêndio do último dia 28 de dezembro e que destruiu um galpão cedido a Defesa Civil Estadual e que destruiu cerca de 20 toneladas de donativos, entre roupas, colchões e barracas, foi criminoso, oficiais do Corpo de Bombeiros responsáveis pela perícia, anunciaram durante uma coletiva a mesma conclusão.

O laudo dos Bombeiros, que é apenas administrativo e não tem validade criminal, é assinado pelos capitão Bruno Vieira e os tenentes Luiz Augusto Medeiros e Martiliano Santos, que também tomaram como base as imagens de uma câmera de segurança instalada em um prédio na mesma rua onde esta localizado o galpão, no bairro de Jaraguá, em Maceió. A imagem mostra um homem que passa apressado em frente ao galpão que pega fogo logo em seguida.

Segundo os Bombeiros o desconhecido teria forçado o portão do galpão, com uma barra de ferro ou pedaço de madeira, em todo o material que foi doado por famílias de várias cidades brasileiras e pelo Governo Federal. Os donativos deveriam ter sido entregues as famílias desabrigadas nas cidades alagoanas atingidas por um temporal no último mês de junho.

Cópias das imagens e do laudo da perícia devem ser entregues ao secretário-interino da Defesa Social, Washington Luiz, ao promotor Flávio Gomes, designado pelo Ministério Público para acompanhar o caso, e à Polícia Civil.

No ultimo dia 5 o promotor ouviu o secretário-executivo da Defesa Civil, o coronel Denildson Cruz, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas sobre o porque da Defesa Civil não ter distribuído todos os donativos as famílias de desabrigados. Em resposta o oficial disse que após fazerem uma seleção do que foi doado, se descobriu que o material estava ‘estragado’ e que para não levantar polemicas tinha a intenção de distribuir as famílias de sem-tetos instaladas ao lado do galpão destruído pelo incêndio.

As investigações também estão sendo acompanhadas pela Presidência da República através de técnicos do Ministério das Relações Institucionais, uma vez que parte das doações foram feitas pelo Governo Federal. O governador do Estado, Teotônio Vilela também irá receber o relatório com as conclusões dobre o sinistro. Ele quer saber porque o Corpo de Bombeiros negou que havia eletricidade no galpão, versão desmentida pela Polícia Civil. Teotônio também já adiantou que deve exonerar o atual comandante do CB, coronel Neitônio Freitas, devido a uma serie de falhas atribuídas a ele em relação ao tratamento com as doações feitas aos desabrigados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. boa ideia em situar santana do Mundaú na internet, mas cuidado para não tornar um site de informações particulares "repetindo informações de uma unica familia".

    ResponderExcluir

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!