sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Cinco escolas estaduais atingidas pelas enchentes já foram recuperadas

Em Santana do Mundaú, a Escola Manoel de Matos foi uma delas.

As escolas estaduais Coronel João Leite (Viçosa), Manoel de Matos (Santana do Mundaú), Professor Loureiro (Murici), Major Luiz Cavalcante (Jacuípe) e Francisco Leão (Rio Largo), que foram atingidas pelas enchentes em junho deste ano, já foram recuperadas. A informação é do responsável pela Coordenadoria Especial de Infraestrutura da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Ceinfra/SEE), Raul Osório Cleto.

Segundo ele, as escolas que foram totalmente destruídas, tanto do Estado como dos municípios, serão construídas em locais seguros e pelo sistema pré-moldado. “Já foram licitados 80% delas. Em Rio Largo, duas estão com as obras bem adiantadas e devem ser inauguradas até o fim deste mês. Estas unidades possuem seis salas de aula cada uma”, informou.

Raul Cleto informa ainda que outras unidades escolares também estão com suas obras iniciadas, como é o caso das cidades de Branquinha, União dos Palmares e Viçosa, que devem ser inauguradas até o fim do próximo mês de fevereiro. “Ainda este mês, podem ser iniciadas obras de escolas nas cidades de São José da Laje, Atalaia, Quebrangulo, Capela, Cajueiro, Paulo Jacinto e Santana do Mundaú”, antecipa.

O presidente da Comissão Permanente de Licitações de Obras e Serviços de Engenharia (CPL/SEE), Tiago Quintella Melo, assegura que as escolas de seis e de duas salas de aula que foram atingidas pelas enchentes do último mês de junho já estão com os serviços contratados. “As unidades escolares de 12 salas, que também foram atingidas, serão licitadas pelo método tradicional e feita pelo sistema construtivo pré-moldado”, destaca.

A preparação dos terrenos para o início das obras, segundo Tiago, ficou a cargo dos municípios. Naqueles onde estes procedimentos já foram efetivados as obras já foram iniciadas, como é o caso da cidade de Rio Largo.
Retrospecto

Para efetuar o processo de reconstrução de prédios escolares e aquisição de equipamentos destruídos pelas enchentes que atingiram as cidades do Vale do Mundaú, Alagoas recebeu recursos do Ministério da Educação, no montante de R$ 122.273.520,00. A contratação das empresas que detêm os sistemas construtivos alternativos, ou seja, que trabalham com o sistema de pré-moldados, foi feita por uma Comissão Especial do Ministério da Educação nomeada para acompanhar estes processos licitatórios.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!