sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Santana do Mundaú vai receber 1.261 casas para vítimas da enchente

Município ainda vai ganhar escola, posto de saúde, quadra poliesportiva e áreas de lazer


O município de Santana do Mundaú, um dos mais atingidos pela enchente ocorrida em junho em Alagoas, vai receber 1.261 casas, destinadas aos desabrigados e desalojados após a tragédia natural ocorrida em junho último. O projeto habitacional para o município foi aprovado na manhã desta sexta-feira (5), em reunião do Comitê de Análise, que chega à reta final dos trabalhos dentro do Programa da Reconstrução.
O projeto foi aprovado na manhã desta sexta-feira

Durante a reunião, foram discutidos os detalhes técnicos do projeto, como a viabilidade da infraestrutura externa do conjunto residencial, incluindo a rede de abastecimento de água, rede de esgotamento sanitário e iluminação pública. O projeto prevê ainda a destinação de áreas para a construção de uma escola, posto de saúde, quadra poliesportiva, áreas de lazer e áreas verdes.

Participaram da reunião representantes da Caixa Econômica Federal, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), da Eletrobras-AL, da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), e Instituto de Meio Ambiente (IMA). Ainda estiveram presentes, o vereador do município, Ivan Ferreira; o prefeito Marcelo Souza, além da superintendente de Política Habitacional da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Marisa Perez, que preside as ações do Comitê de Análise.

“Foi uma luta muito grande de todos os envolvidos para concluir este trabalho em Santana do Mundaú, desde o processo de localização e desapropriação de um terreno adequado para as novas construções até a aprovação do projeto habitacional. Por isso, estou muito feliz por saber que o prefeito vai ter uma novidade boa para contar à comunidade quando voltar para o município”, disse Marisa Perez.

Fiscalização - A superintendente também solicitou que a prefeitura de Santana do Mundaú mantenha uma rígida fiscalização nas áreas circunvizinhas ao conjunto residencial que será construído.

“A área da reconstrução é próxima a encostas e a prefeitura não pode permitir invasões nestes locais. Todos sabemos da dificuldade topográfica do município e precisamos evitar que novas áreas de risco sejam criadas pela população”, destacou a presidente do comitê.

O prefeito Marcelo Souza aproveitou a reunião para agradecer o apoio do governo estadual neste processo de reconstrução. “Esta não é a primeira tragédia que já vivenciei, mas posso afirmar que nunca houve um apoio tão grande do governo estadual quanto este que está sendo dado no governo de Teotonio Vilela Filho. Não só para Santana do Mundaú, como para todos os municípios atingidos”, afirmou Marcelo Souza.

O vereador do município, Ivan Ferreira, também destacou o trabalho realizado pelo governo estadual. “O sofrimento da população tem sido muito grande, mas a atenção do Estado tem sido mais que perfeita. Só podemos aplaudir o governo do Estado e os órgãos competentes, por não terem medido esforços para sanar as necessidades dos municípios”, disse Ivan Ferreira.

O comitê - O Comitê de Análise de Projetos Habitacionais foi criado pelo governo de Alagoas para agilizar o processo de reconstrução das casas danificadas e destruídas pelas enchentes de junho. Até agora, foi aprovada a construção de 16.428 casas, das quais 11.216 já foram contratadas pelo Caixa Econômica Federal. Até o final deste mês de novembro, o Comitê deve concluir o processo de aprovações de projetos habitacionais para os municípios atingidos.

As casas serão construídas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, e cada uma delas possui 41 m² de área, contando com sala, cozinha, banheiro social, dois quartos, varanda e uma área de serviço, além de completa infraestrutura externa e 3% dos imóveis adaptados para deficientes físicos. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!