sábado, 13 de novembro de 2010

Inclusão produtiva beneficia indígenas e quilombolas

Comunidades quilombolas de Santana do Mundaú, Jussa e Filus foram contempladas com os cursos
A Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) investiu em programas de inclusão produtiva para comunidades indígenas e quilombolas residentes em 24 municípios do Estado, em especial na região da Mata alagoana.

comunidades foram assistidas pela SEADES
As capacitações foram formadas por aulas teóricas e práticas, orientando para a gestão de pequenos empreendimentos produtivos, priorizando o consumo de alimentos disponíveis na região e em época de safra, bem como o aproveitamento integral de alimentos.

Na Zona da Mata, a comunidade indígena Wassu Cocal, de Joaquim Gomes, e as comunidades quilombolas de Santana do Mundaú, Jussara e Filus, foram capacitadas com os cursos de alimentação alternativa e processamento de frutas.

Já os quilombolas da comunidade Muquém, em União dos Palmares, receberam os cursos de alimentação alternativa e beneficiamento do inhame, macaxeira e batata doce. Um total de 171 pessoas foram beneficiadas com este projeto.

Ao final de cada curso, os participantes receberam cartilhas de Segurança Alimentar e Nutricional e kits didáticos para iniciar seus pequenos negócios, contribuindo para o melhoramento da renda familiar. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. PARA SANTANA DO MUNDAU E REGIÃO VIDEO-AULAS.
    HTTP://COMPREEBAIXE.BLOGSPOT.COM/

    ResponderExcluir

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!