terça-feira, 9 de novembro de 2010

Escolas da Zona da Mata têm R$ 10,6 milhões assegurados para obras

Unidades do Vale do Paraíba e do Vale do Mundaú também serão atendidas com as obras do Programa da Reconstrução

As unidades da rede estadual de ensino da Zona da Mata possuem cerca de R$ 10,6 milhões – recursos do governo federal e do Tesouro Estadual – assegurados para obras de reforma e construção de escolas da 4ª e 7ª Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) que abrangem, respectivamente, os municípios do Vale do Paraíba e do Vale do Mundaú.

As escolas da região também serão atendidas com verbas destinadas ao Programa da Reconstrução para a recuperação dos danos sofridos durante as enchentes do mês de junho.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE), os R$ 10,6 milhões contemplam ações asseguradas pelo programa Geração Saber. Dentre estes investimentos, constam obras como a construção de uma escola de 12 salas de aula em Murici, praças esportivas nos municípios de Ibateguara e Viçosa, ginásio poliesportivo em Cajueiro e quadras em Capela, Paulo Jacinto e Pindoba.

Também estão asseguradas reformas de escolas em Atalaia, Chã Preta, Teotônio Vilela, União dos Palmares, São José da Laje e Viçosa, além da recuperação das estruturas física, elétrica e lógica das sedes da 4ª e 7ª CREs, respectivamente, com sede em Viçosa e União dos Palmares.

Dentre as ações já realizadas estão a construção de sala de informática na Escola Edite Machado, em Capela, no ano de 2007, reforma do Ginásio de Esportes de Colônia de Leopoldina e recuperação da Escola Monsenhor Luiz Carlos Barbosa, em Ibateguara.

Pequenas reformas também foram empreendidas nas escolas Rocha Cavalcanti, em União dos Palmares, com reparos nas redes hidráulica e elétrica, pintura e climatização de salas e na escola Arthur Lopes, em Murici. No momento, estão em andamento obras de manutenção nas escolas Gregório Caldas, em Ibateguara, 13 de outubro e João Leite, em Viçosa.

Reconstrução - Em virtude das enchentes do mês de junho, algumas escolas da rede estadual passarão por reformas ou serão reconstruídas. É o caso dos municípios de Jacuípe, Murici, Rio Largo, Santana do Mundaú e Viçosa, onde serão construídas novas escolas de seis ou doze salas de aula. Escolas que foram ocupadas por famílias de desabrigados, a exemplo da Carlos Gomes e Monsenhor Clóvis, em União dos Palmares, passarão por reformas amplas nas suas estruturas hidráulica e elétrica, pintura e retelhamento.

Ainda em União dos Palmares, as escolas Jorge de Lima e Paulo Sarmento também serão submetidas a obras de recuperação, assim como o Ginásio de Esportes do município.

A coordenadora da 7ª CRE, Rosário Sarmento, conta que o processo de retomada das aulas nas escolas previamente ocupadas pelas famílias desabrigadas contou com o acompanhamento dos técnicos da SEE e coordenadoria. “O processo de reinício das aulas aconteceu de forma positiva, pois, diariamente, registramos o retorno de mais alunos à sala de aula”, comemora Rosário. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!