quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Escola Estadual em Santana do Mundaú realiza projeto de conscientização


O projeto "Enchente, educar para prevenir" foi realizado nos dias 17 e 18 de Novembro

Quinta-feira, 18 de novembro de 2010, exatamente há cinco meses, a população relembra com certa tristeza do momento vivido: A enchente.
Pensando nisso a Escola Estadual Manoel de Matos realizou com seus alunos, nos dias 17 e 18 (quarta e quinta-feira), o projeto: “Enchente, educar para prevenir”, um projeto de conscientização e reflexão sobre nossas atitudes com relação à preservação do nosso meio ambiente.
Todos participaram do momento e prestaram muita atenção a tudo que estava sendo apresentado pelas turmas do ensino fundamental e médio da Escola.
Gráfico apresentado por alunos (Clique para aumentar)


As tarefas foram divididas para cada grupo de estudantes que refletiam sobre diferentes tópicos, tais como: população e área do município, dados estatístico da quantidade de chuva caída no dia da enchente, houve também apresentações de vídeos e poemas produzidos pelos próprios alunos.



Veja a entrevista da equipe do portal Mundaú Notícias com a diretora da escola Quitéria Calado, com relação ao projeto:
Mundaú Notícias: O que a direção achou do projeto?
Quitéria Calado: Um momento de resgate da história e reflexão com relação a enchente, engajamento da comunidade escolar com envolvimento da comunidade.
M. N.: Qual foi o objetivo do projeto?
Q. C.: O próprio nome do projeto já diz: “Educar para Prevenir.”, é educar nossos alunos para prevenir a natureza.
M. N.: Como foi a participação dos alunos no projeto?
Q. C.: Muito positiva, os alunos participaram de uma forma muito boa, eu só tenho é que parabenizar a todos!
Veja agora o poema feito pela aluna Katelene Ferreira, da turma do 3º “A” que foi apresentado no projeto:
REFLEXÃO
Reflita com atenção
Escuta o que eu vou dizer
Nada acontece por acaso
Isso você pode crer.

Somos seres ambiciosos
Desmatamos até demais
O que hoje é belo
Amanhã não poderá ser mais.

Tomamos o lugar do rio
Porém sem conhecimento
Construímos nossas casas
E agora só há tormento.

Muita gente sem moradia
Por ser vítima de seus atos
E por desafiar a natureza
Muitos estão enterrados.

É triste o destino que traçamos
A lembrança persegue nossa memória
E cada lágrima derramada
É como reflexão da nossa história.

Nosso sangue ferve na veia
De medo e de covardia
E o murmúrio das águas
De ameaça serve hoje em dia.

Os problemas estão aumentando
Não só nesse lugar
E os efeitos aparecem
Dia e noite sem parar.

Impacto catástrofes
É difícil evitar
Quando se pensa em riqueza
Esquece o bem estar.

A sabedoria se alimenta das dúvidas
A gente colhe e planta
Não queira ter sucesso prejudicando alguém
Isso é contra a esperança.

Não destrua sua herança
Agindo sem consciência
Porque o pior covarde
É aquele que não pensa.

Pense no futuro
A água não só veio para destruir
Se a consequência nos ferir
É porque a gente pode contribuir.

A água destruiu riquezas
Porém muito ajudou
Tirou o orgulho de muita gente
A intriga acabou.

Até o metido a rico
Na lama ele pisou
Juntou-se ao pobre
Seu sofrimento os tocou.

Não se prenda ao passado
Aprenda com os erros da vida
Todo mundo erra
Mas sempre tem uma saída.

Recomeçar novamente
Com ética e dedicação
Preservando sua pátria
E protegendo seu irmão.


Veja agora o vídeo produzido pelo aluno e idealizador do portal Mundaú Notícias,  Thiago Aquino, da turma do 2º ano “A”, vídeo esse, que foi apresentado por sua turma:



Para ver fotos, clique aqui!


Por: Thiago Alvino, Thiago Aquino / Mundaú Notícias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Depois de alguns dias passados, quero reconhecer os esforços da comunidade escolar desenvolvendo projetos de tamanha importância para a formação cidadã dos nossos alunos.Confiamos em DEUS e naqueles profissionais que tratam a educação com compromisso e responsabilidade na certeza de que nossos estudantes conquistarão seus espaços com conhecimento e responsabilidade.Parabéns! Quiteria

    ResponderExcluir

Queridos internautas, não aceitamos em hipótese alguma comentários que ofendam a moral de ninguém, pois o portal é um espaço de informação e comunicação, a nós cabe apenas informar de um jeito honesto e igualitário para todos, obrigado pela compreensão!
Após escrever seu comentário, na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL para facilitar. Preencha só o campo NOME, escrevendo seu nome. Agradecemos o comentário!